Estudo da vinculação e da empatia em adolescentes institucionalizados com acompanhamento psicológico no piac (plano integrado de apoio à comunidade)

José Ferronha, Ana Almeida, Lucia Oliveira, J. Teixeira de Sousa, Vítor Sousa

Resumen


Os autores estudaram o nível de Empatia Afetiva e Cognitiva em 26 adolescentes institucionalizados em estabelecimentos que acolhem jovens em risco, e ainda o tipo de vinculação e a perceção que eles têm das suas relações precoces com os pais. Este estudo visa conhecer melhor os jovens  no sentido de implementar estratégias de intervenção que permitam melhorar o comportamento social de jovens em risco e necessitados de medidas educativas especiais. Foram utilizados para este estudo três instrumentos já aferidos para a população adolescente portuguesa e que são: a Escala de Empatia Básica (Jolliffe, 2005; versão portuguesa: Nobre Lima, Rijo & Matias, 2011) , O Inventário de Vinculação na Adolescência-IPPA ( Armsden & Greenberg, 1987; versão portuguesa: Lúcia Neves, 1995) e o Desenho de Círculos Representativos da Família de S. Pipp, P. Shaver, S. Jennings, S.Lamborn & K. W. Fischer, 1985) Versão: M.C. Canavarro. Os resultados obtidos e que foram comparados com os resultados obtidos por Susana Anastácio (2013), numa população de 344 adolescentes permite-nos identificar nestes jovens do PIAC uma empatia em média mais baixa que na população escolar já estudada. Foi possível comparar os resultados obtidos nos adolescentes do PIAC com os resultados obtidos com o IPPA e com o Desenho dos Círculos Representativos da Família numa população de 400 Adolescentes em que o teste de Mann Whitney mostrou que esta população do PIAC difere significativamente da população normal na Vinculação aos amigos e na subescala de Alienação aos amigos do IPPA, tal como nos resultados obtidos por Susana Anastácio (2013). Foi significativa também a diferença entre os grupos de adolescentes quanto à perceção que têm da distância aos pais na relação precoce.


Palabras clave


Adolescência; empatia; vinculação; relação precoce

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Referencias


Cassidy J. (1999) Handbook of Attachment The Guilford Press New York

Crick, N., and Dodge, K., 1994. A review and reformulation of social information-processing mechanisms in children’s social adjustment. Child Development 66, pp. 710–722.

Ferronha C. El Apego en Adolescentes Asmáticos.. Tesis de Doctorado. 2007 Universidad de Badajoz

Ferronha C., Eva Teixeira, Teresa Souto. 2008. Vinculação em Adolescentes Toxicodependentes INFAD Ano XX Nº 1 pag 191 a 200

Laible, Deborah J.; Carlo, Gustavo; and Roesch, Scott C., “Pathways to Self-Esteem in Late Adolescence: The Role of Parent and Peer Attachment, Empathy, and Social Behaviors” (2004). Department of Psychology by an authorized administrator of DigitalCommons@University of Nebraska - Lincoln.

Machado, T. S., & Fonseca, A. C. (2009). Desenvolvimento adaptativo em jovens portugueses: será significativa a relação com os pais? INFAD Revista de Psicologia/ International Journal of Developmental and Educational Psychology, 1(3), 461-468.

Matias, M. (2012). A Avaliação da Empatia na Adolescência: estudos de validação da versão portuguesa da “Basic Empathy Scale”. Coimbra: Dissertação de Mestrado.

Motta D, Falcone, E., Clark, C., & Manhães, A. (2006). Práticas educativas positivas favorecem o desenvolvimento da empatia em crianças. Psicologia em Estudo, 11, 523-532.

Neves, L., Soares, I., & Silva, M. C. (1999). Inventário de Vinculação na Adolescência (I.P.P.A.). In M. R. Simões, M. Gonçalves, & L. Almeida, Testes e Provas Psicológicas em Portugal (Vol. 2, pp. 37-48). Braga: Sistemas Humanos e Organizacionais.

Susana Anastácio (2013). Estudo da relação entre a empatia e a vinculação aos pais e aos pares na Adolescência Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação. Universidade de Coimbra

Youniss, J., 1985. Parents and peers in social development: A Sullivan–Piaget perspective. University of Chicago Press, Chicago.




DOI: https://doi.org/10.17060/ijodaep.2014.n1.v1.378 Statistics: Resumen : 458 views. PDF (Português (Portugal)) : 273 views.  

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2014 José Ferronha, Ana Almeida, Lucia Oliveira, J. Teixeira de Sousa, Vítor Sousa

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObraDerivada 4.0 Internacional.

"International Journal of Developmental and Educational Psychology."

Revista Infad de Psicología.

ISSN digital: 2603-5987

ISSN impreso: 0214-9877